Menu

_

clean-5

Wisata [Criaturas]

Budaya [Mistérios]

Kuliner

Kerajaan

» » » » Zao e a Cultura Oriental Dentro do Tibia (Artigo TM - Fevereiro)


Continuando nossa série de artigos sobre lugares e coisas tibianas que tem referências históricas, hoje falaremos sobre Zao e sua a forte ligação com a cultura oriental.

Boa leitura!



Assim que desembarcamos em Farmine e expandimos nossas fronteiras, atravessamos o vasto Zao Steppe. Um local semi árido com uma forte concentração de Orcs, que estão em frequente conflito com os lizards de classe mais alta. Sempre tentando derrubar os portões de Zzaion.
 (Onde raramente acontece a invasão do Zullazza the Corruptor)
Os lizards, por sua vez, residem além das montanhas de Dragonblaze Peaks.
Após atravessarmos Zao Steppe, começamos com sinais da civilização dos lagartos, onde queremos chegar pra falar sobre a referência com a cultura oriental.
O teleport que serve de atalho através de Dragonblaze Peaks é bem explícito quando pensamos no termo "Dragão Chinês".


Após as montanhas, chegamos em Muggy Plains. 
É uma área quente e úmida, onde encontramos os Lizards (povo inimigo dos Orcs que estão lá no sul, em Zao Steppe). 
Além de levar a vários outros lugares, Muggy Plains é um local movimentado, usado por vários jogadores em grandes faixas de level.

Algumas tasks ligadas a quest Wrath of Emperor levam-nos por vários cenários, entre eles, um campo de plantação de arroz, ícone da agronomia oriental.


Mas o que chama mesmo a atenção é a variedade de itens encontrados com as criaturas de Zao e que também fazem parte dessa cultura.
Abaixo temos alguns exemplos, como autênticas lanternas chinesas, sushis e maços que podem ser trocados por bolas de arroz e usados como comida.



A quest Wrath of Imperor fala sobre a "Ira do Imperador", uma alusão clara ao Império Chinês, com variações na lore para uma fácil adaptação do enredo fantasioso Tibiano.
Mas com ricos detalhes sobre hierarquia, destacando os Lizards Magistratus, os Lizards Noble e o próprio imperador. 

Passeando por Zao, nas dependências do Imperador, não podemos deixar de notar a beleza das cores usadas nas paredes, feitas em jade, outra curiosidade bem peculiar que muitas vezes pode passar despercebida aos jogadores, mas não para nós do Tibia Mistérios.

A história do Jade é tão longa quanto a da civilização chinesa. Vários são os objetos feitos de jade encontrados por arqueólogos em território chinês, que remontam aos períodos iniciais do neolítico. Posteriormente, foi considerada uma gema imperial, sendo utilizada como matéria prima em ornamentos de cerimônias e objetos de decoração, já no Tibia, ela é obra prima para as paredes das construções imperiais em Zao.


Nessas construções existe Jade em abundância, pois o Jade é muito especial na cultura chinesa, sendo famoso o provérbio que diz “o ouro é precioso; o jade não tem preço”. 
Seu simbolismo, assim, pode ser resumido à graça, à beleza e à pureza, mas também está relacionado à nobreza, à perfeição, à constância, ao poder e à imortalidade. 

E por último mas não menos importante, os próprios outfits e addons que recebemos em Zao, seja como recompensa da Wrath of Emperor ou da Mortal Kombat, todos eles são reproduções fiéis de um  mais essa referência histórica do Tibia com partes da cultura mundial.

O Tibia tem muito disso, seja pra ligar Ankrahmun e suas pirâmides ao Egito antigo, ou outros locais e cidades, sempre encontraremos conteúdo dentro do jogo que nos lembra coisas da nossa vida real.


Já é de costume da CipSoft buscar fatos históricos pra enriquecer mais ainda a lore do jogo. 
Um exemplo disso foi o Afflicted Outfit e a história por trás dele, artigo que você pode ler clicando "aqui".

Autor da Matéria: Darkness Fall

O "Tibia Mistérios" é um site que procura resgatar o RPG do Tibia e ajudar a comunidade a desvendar os mistérios existentes no game.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentários: